A ir | Experiência Pilar 7

Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (1)

…que é como quem diz, ir ao topo da Ponte 25 de Abril. Foi aqui que fomos no último feriado, 5 de outubro, ao mais recente miradouro de Lisboa.

Apesar das vertigens (o truque é não olhar para baixo), a vista para o rio e para a zona de Belém é espetacular. Até chegar ao topo, é possível ver os cabos suspensos, bem como instalações que explicam a construção da ponte.

Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (2)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (3)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (4)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (5)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (6)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (7)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (8)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (9)Ponte25AbrilExperienciaPilar7 (10)

Vale muito a pena, mesmo para quem tem um pouco de vertigens, como eu. É a minha sugestão para o fim de semana, que já está quase aí.

Cascais

cascais charme fabuloso 2017 (32)

Quando fui, há menos de um mês a Cascais em trabalho, fiquei encantada. Assumi logo que queria voltar para explorar melhor a cidade. O sábado passado foi o dia.

Para além de ter oportunidade de fazer praia – e usar, pela primeira vez, o bikini feito por mim – deu para passear um bocado e conhecer a cidade.

Para além do centro histórico da cidade, que eu gosto imenso, principalmente das ruas com ambiente vibrante, o que gostei mais foi do ambiente do Parque Marechal Carmona, onde nos abrigámos do sol depois do almoço.

Partilho algumas fotos deste dia.

cascais charme fabuloso 2017 (1)cascais charme fabuloso 2017 (2)cascais charme fabuloso 2017 (3)cascais charme fabuloso 2017 (4)cascais charme fabuloso 2017 (5)cascais charme fabuloso 2017 (6)cascais charme fabuloso 2017 (7)cascais charme fabuloso 2017 (8)cascais charme fabuloso 2017 (9)cascais charme fabuloso 2017 (10)cascais charme fabuloso 2017 (11)cascais charme fabuloso 2017 (12)cascais charme fabuloso 2017 (13)cascais charme fabuloso 2017 (14)cascais charme fabuloso 2017 (15)cascais charme fabuloso 2017 (16)cascais charme fabuloso 2017 (17)cascais charme fabuloso 2017 (18)cascais charme fabuloso 2017 (19)cascais charme fabuloso 2017 (20)cascais charme fabuloso 2017 (21)cascais charme fabuloso 2017 (22)cascais charme fabuloso 2017 (23)cascais charme fabuloso 2017 (24)cascais charme fabuloso 2017 (25)cascais charme fabuloso 2017 (26)cascais charme fabuloso 2017 (27)cascais charme fabuloso 2017 (28)cascais charme fabuloso 2017 (29)cascais charme fabuloso 2017 (30)cascais charme fabuloso 2017 (31)cascais charme fabuloso 2017 (33)

Percorrer os miradouros de Lisboa #1

MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (3)

Já há algum tempo que tinha vontade de percorrer todos os miradouros de Lisboa. Começámos este fim de semana, depois da visita ao Lx Factory aproveitámos e fomos ao Miradouro de Santo Amaro, na Calçada de Santo Amaro.

Pelas imagens que já vi de outros, este não tem a vista mais bonita, mas tem uma capela muito bonita. Por isso, já valeu a pena os vários degraus que subimos.

MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (1)MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (2)MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (4)MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (5)MiradourodeSantoAmaroCharmeFabuloso (6)

Vou seguir a lista dos miradouros da Câmara Municipal de Lisboa (se quiserem espreitar). Não tenho nenhuma expetativa temporal, mas gostava de visitar todos até ao final do ano. Vamos ver se conseguimos ou não.

Que outros percursos se pode fazer em Lisboa? O ideal é que seja pouco turístico.

Lx Factory

LXFactoryCharmeFabuloso (19)

O Lx Factory é uma das zonas mais trendy e cool de Lisboa. Foi lá que decidimos ir no fim de semana passado, em que o sol esteve envergonhado a maior parte do tempo, mas até eu jeito para passear.

Paragem obrigatória, segundo os guias da cidade, o Lx Factory está instalado naquele que era um dos mais importantes complexos fabris de Lisboa. Atualmente, o ambiente é de arte e criatividade e é essa atmosfera que me agrada.

LXFactoryCharmeFabuloso (1)LXFactoryCharmeFabuloso (2)LXFactoryCharmeFabuloso (4)LXFactoryCharmeFabuloso (5)LXFactoryCharmeFabuloso (6)LXFactoryCharmeFabuloso (7)LXFactoryCharmeFabuloso (8)LXFactoryCharmeFabuloso (9)LXFactoryCharmeFabuloso (10)LXFactoryCharmeFabuloso (11)LXFactoryCharmeFabuloso (12)LXFactoryCharmeFabuloso (13)LXFactoryCharmeFabuloso (17)LXFactoryCharmeFabuloso (20)LXFactoryCharmeFabuloso (21)LXFactoryCharmeFabuloso (22)LXFactoryCharmeFabuloso (25)LXFactoryCharmeFabuloso (26)LXFactoryCharmeFabuloso (27)LXFactoryCharmeFabuloso (29)LXFactoryCharmeFabuloso (30)

Eu já conhecia o local, mas já há muito tempo que não ia lá. Para além de ter sítios giros e bons para fazer uma qualquer refeição – brunch, almoço, lanche, jantar – também é possível cortar o cabelo, comprar roupa e sapatos, bem como uma nova mobília para a casa. Há de tudo um pouco.

Uma das entradas obrigatórias é a Livraria Ler Devagar, que tem no interior uma cafetaria e no topo uma máquina de imprensa, que é possível visitar.

LXFactoryCharmeFabuloso (3)LXFactoryCharmeFabuloso (14)

No final, como não podia deixar de ser, aproveitámos para descansar num dos cafés e comer uma empanada argentina.

LXFactoryCharmeFabuloso (15)LXFactoryCharmeFabuloso (16)LXFactoryCharmeFabuloso (18)LXFactoryCharmeFabuloso (24)

 

Fábrica do Chocolate – Hotel/Restaurante/Museu

Fábrica do Chocolate Charme Fabuloso (1)

Quando estive em Viana do Castelo, num passeio relâmpago, tive muita pena de não visitar a Fábrica do Chocolate. Apesar de estar a tentar reduzir o consumo diário de chocolate, aos fins de semana ofereço-me essa liberdade de comer o que quero.

Esta é a minha proposta para este fim de semana. Este espaço 4 em 1 fica localizado no centro de Viana do Castelo e este projeto, que começou em 2014,  pretende oferecer uma experiência inesquecível aos amantes do cacau, que é o meu caso.

Pelo que sei, o museu é interativo e tem uma forte componente tecnológica. Já os quartos do hotel têm nomes e decorações alusivas ao chocolate. Portanto, a ideia é dormir, literalmente, no meio de tabletes e bombons. Estou muito curiosa por conhecer este local.

Este é um local que eu, definitivamente, gostava de visitar. Pode não ser este fim de semana mas será um dia destes. Se, por acaso, aproveitarem esta sugestão e visitarem a Fábrica do Chocolate, em Viana do Castelo, contem-me como foi a experiência.

Se quiserem saber um pouco mais sobre este local cliquem aqui e aqui.

Aproveitem para seguir o blog no Facebook e no Instragram.

Fábrica do Chocolate Charme Fabuloso (2)Fábrica do Chocolate Charme Fabuloso (3)Fábrica do Chocolate Charme Fabuloso (4)

Fotos: Facebook

Lisboa: Onde há os melhores pequenos almoços?

Ontem precisei de trabalhar durante a manhã num restaurante – um dos que pertence à maior cadeia mundial de restaurantes de fast food, se é que me entendem. Como começo o trabalho às 09H00 aproveitei e tomei o pequeno-almoço lá, até para não usar o espaço sem consumir alguma coisa.

Não foi a primeira vez que tal aconteceu, mas tomar o pequeno almoço neste local será, provavelmente, a última vez. Normalmente, peço sempre uma torrada e um cappuccino. Das últimas vezes que fui já me serviram o cappuccino num copo de plástico. Não gostei muito, mas não foi motivo para não regressar.

Mas ontem, para além do cappuccino ter sido serviço num copo de plástico, as torradas estavam, sem exagero, a escorrer manteiga ou óleo ou o que era…Isto nunca me aconteceu. Alguém já teve esta experiência?

Não fui reclamar e fiquei com a minha consciência às voltas porque quando comecei a comer já estava no piso de cima, com computador ligado e tralhas espalhadas para começar a trabalhar. Ora, para eu ir reclamar tinha que arrumar tudo, pegar nas coisas – carteira, casaco, chapéu de chuva, mala do computador e tabuleiro da comida – e ir fazer a reclamação. Mas não fui…

Devia ter lido as sugestões da CondéNast Traveler, que percorreu Lisboa e descobriu pastelarias tradicionais e cafés icónicos para tomar um pequeno-almoço memorável. Se já visitaram alguns destes espaços partilhem comigo a vossa opinião e, já agora, digam-me se acham que se pode levar o computador e trabalhar nestes locais.

Pastelaria Versailles Charme Fabuloso

  • Pastelaria Versailles (av. da República, n.º15: O autor do artigo recomenda o Chocolate Quente, que ajuda a acumular energia para passear pela cidade;

Pastel de Bel

  • Antiga Confeitaria de Belém (rua de Belém): Aqui não há dúvidas, é comer o Pastel de Belém, pode ser mesmo ao pequeno-almoço;

L'Éclair Charme Fabuloso

  • L’éclair (Duque de Ávila, n.º44): Embora não seja pastelaria tradicional portuguesa, este pedaço de Paris em Lisboa vale mesmo a pena visitar. Já fui uma vez e adoreeei, pois há uma grande variedade de éclaires. Pode ser um pouco caro para o tamanho deste bolo, mas dias não são dias. Não deixem de provar por causa do preço.

Tartine Charme Fabuloso

  • Tartine (rua Serpa Pinto, 15 A): O autor do artigo destaca a seleção de pães e croissants;

Bernard Charme Fabuloso

  • Café Pastelaria Benard (rua Garrett 104): Espaço conhecido pelos seus croissants com chocolate. Como é que eu nunca fui???

Choupana Charme Fabuloso

  • Choupana (avenida da República, n.º25): Já fui e gostei. Já provei o cappuccino, o croissant com chocolate  e uma fatia de bolo de noz. Está quase sempre cheio, da última vez que fui enganaram-se no meu pedido e em vez do cappuccino trouxeram-me uma meia de leite;

Copenhagen Coffee Lab Charme Fabuloso

  • Copenhagen Coffee Lab (rua Nova da Piedade): Neste caso, o autor do artigo destaca o café de filtro e o Oatmeal. Não conhecia, mas estou curiosa por visitar.

FÁBRICA LISBOA CHARME FABULOSO

  • Fábrica Lisboa (rua da Madalena 121): Destaques: croissant de ovo, queijo, tomate e salada. Quero ir!

Mais alguma sugestão da vossa parte?

Aproveitem para seguir o blog no Facebook e no Instragram.

Sobremesas de Natal: Lampreia de Ovos é a minha preferida

LAMPREIA DE OVOS.jpg

 Se ainda não completaram a vossa mesa de Natal, eu venho dar-vos uma ideia no que toca a sobremesas. A lampreia de ovos é, para mim, a melhor sobremesa de Natal. Vocês estão a pensar que são só fios de ovos e não sei o quê, mas não é só. Provem e depois digam-me se não é bom.

 

 

No Natal somos poucos e por isso não há necessidade de exagerar porque depois temos que andar a comer as sobras o resto da semana. Mas para além da lampreia de ovos, há sempre o Bolo Rei, as filhoses de abóbora e as broinhas de Natal, estes últimos dois são feitos pela minha avó e são muito elogiados por quem já provou. As filhoses de abóbora quando são acabadas de fazer são outra tentação para mim. Não sei qual é o segredo, mas elas ainda se mantêm fofinhas e saborosas nos dois dias seguintes.

É Natal, é Natal….

20161208_193048.jpg

Ando a viver ao máximo as decorações de Natal. Por onde passo, eu tiro fotos, eu faço vídeos e digo: oh, que lindo!! Este é o primeiro Natal que vivo em Lisboa e as decorações na cidade são a uma escala maior do que em Coimbra, que é de onde eu sou, e há sempre ziliões de coisas para ver e fazer. Não menosprezando a minha cidade, claro, que eu gosto muito.

Aproveitei o último feriado de dezembro para dar uma volta pela Baixa da cidade e fiquei maravilhada com as luzes. De facto, o Natal tem esta magia de nos deslumbrar com as decorações que estão associadas a esta época. Para além dos motivos de decoração, existe também uma quantidade infinita de mercados de Natal.

20161208_191957.jpg

 

20161208_192834.jpg

 

 

20161208_193710.jpg

 

20161208_195403.jpg

 

 

Povo Lisboa | Noite de Fado

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (15).jpg

O último fim de semana que passei em Lisboa foi muito giro. Deu para descansar, mas também para aproveitar algumas das várias ofertas que a capital tem para oferecer. Não é que Lisboa e Porto sejam melhores cidades do que o resto do país – até porque gosto imenso da cidade onde vivo -, mas o facto é que há sempre imensa coisa a acontecer.

Já andávamos há muito tempo para ir a uma casa de fados. Não é que eu seja uma grande fã de fado, mas acho que como portuguesa que sou, devia ter esta experiência. Pesquisámos no Zomato e encontrámos um local que nos pareceu bem, tendo em conta o menú e os preços, que eram relativamente aceitáveis.

O restaurante onde fomos chama-se Povo e fica perto do Cais do Sodré. Na verdade, já tínhamos passado lá há uns tempos, numa altura em que fomos sair num bar que fica na mesma rua. Mas nessa altura não íamos para jantar, portanto, não ligámos muito.

No dia em que nós fomos – ligámos antes para termos a certeza -, havia uma sessão de fado. Não era uma fadista profissional, mas eu gostei imenso da forma como cantou e a forma como contactou com as pessoas que estavam a assistir. O conceito é engraçado porque enquanto jantávamos estava a decorrer a sessão de fado, o que prolongou durante algum tempo o nosso jantar porque íamos parando de comer enquanto ela cantava. Foi um jantar muito calmo e sem pressas, tal como eu gosto.

Sobre o restaurante: Não é o sítio mais bonito do mundo, até porque é muito escuro, mas tem um ambiente muito urbano. As pessoas que lá trabalham são muito simpáticas e atenciosas. Senti-me bem e, isso, foi o mais importante.

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (2).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (3).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (4).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (5).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (9).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (10).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (14).jpg

Sobre a comida: Ótima! O menú é constituído por pratos muito diferentes. É do género de tapas, mas numa quantidade muito aceitável. Nós pedimos dois pratos e dividimos e ficámos bem porque, depois, comemos a sobremesa. A comida é mesmo muito boa. Só a sangria que pedimos não era nada de especial, mas porque já bebi melhores.

 

20161001_195841.jpg

 

20161001_200329.jpg

 

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (6).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (7).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (8).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (12).jpg

 

POVO_LISBOA_CHARME_ FABULOSO (13).jpg

Depois do jantar fomos dar uma volta ao Bairro Alto e constatámos que existem imensos restaurantes giros para ir. Que outros locais aconselham para eu ir da próxima vez?

Fui fazer um Cruzeiro no Douro e gostei

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (5).jpg

Fazer o Cruzeiro das Seis Pontes no rio Douro, no Porto, era algo que eu já queria ter feito há já algum tempo. A oportunidade surgiu recentemente, num contexto particular, e eu adorei esta experiência e a oportunidade. Fui uma surpresa agradável.

Fizemos o cruzeiro já ao final do dia, pelo que já estava um pouco frio mas aguentou-se bem. Não é aquele frio que nos gela o rosto, apenas estava um ambiente fresco. No entanto, durante o percurso tivemos o privilégio fazer parte de um cenário com cores magníficas. As fotos que vos vou mostrando neste post foram tiradas como telemóvel, pelo que não estão perfeitas, mas acho que consigo mostrar parte do que vivi neste passeio.

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (1).jpg

 

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (2).jpg

 

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (3).jpg

 

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (4).jpg

 

CRUZEIRO NO DOURO CHARME FABULOSO (6).jpg

Nestre cruzeiro, que dura cerca de 50 minutos, é possível admirar as seis pontes que unem o Porto a Vila Nova de Gaia, nomeadamente a Ponte D. Luís, a Ponte do Infante, a Ponte D. Maria Pia, a Ponte de S. João e a Ponte do Freixo. No meu caso, durante o percurso foi-nos dada a contextualização histórica de cada ponte.

Sem dúvida que vale a pena fazer esta visita. Já fizeram alguma vez? O que acharam?